quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Controle


Muitas vezes decidimos não nos importar!
Às vezes levamos cada pancada na vida que resolvemos não sonhar, não fazer planos, não viver de expectativas, não gostar, não se apegar, não amar, não desejar!
Alguns fingem para as pessoas ter o controle, outros fingem pra si mesmos, e de fato alguns têm o controle, vai passando os dias até que você deixa ele em algum lugar da sua casa, talvez dentro do armário, de baixo do travesseiro, dentro da bolsa, atrás do sofá mais não sabermos onde colocamos, as vezes o perdemos, talvez num olhar, num abraço, em uma conversa boa, um sonho que te fez bem e quando se dá conta lá se foi o controle que achava que tinha!
Quando ele estraga, ainda está tudo bem porque percebeu rápido e pode concertar, agora quando ele quebra, fica em mil pedacinhos ai não tem como colar, nem voltar atrás... é arcar com as consequências que virão, você sabe que vai doer um pouquinho e que a única saída será o Merthiolate, vai arder mais um dia sara, não tem muito o que fazer o que resta é se contentar e imaginar que alguma coisa boa vai sair disso tudo. Daí em diante em meio as pancadas você resolve ter o controle de novo, mais infelizmente não é só você ir na loja e compra um novo, começa tudo de novo, peça por peça, tentando manter o controle de tudo, até que a história se repete!
Não adianta... Você sempre vai cair, passe o tempo que passar uma hora você perde o controle, temos que viver e pronto, não dá pra fugir!
É erguer a cabeça e ir passando pelas pancadas que a vida trás e as que criamos!
Afinal a vida não é uma máquina que nos manuseamos.
Ou você vive ou deixa muita coisa passar por estar preocupada com o tal controle!

Mais um ano...


Hoje 23 anos vividos... E a cada ano que passa você medita nos acontecimentos! Nessa meditação você percebe que foi mais um ano de planos!
Percebe que a melhor época foi à infância, não tem tantas responsabilidades, não têm noção do que há de vir, não há confusão de sentimentos, não há malícia, é tudo muito puro, muito verdadeiro, não há lugar pra mágoas nem raiva, a vida é uma brincadeira de verdades, é como se vivêssemos ali e que nada fosse mudar, acreditamos que nossas únicas mudanças seriam crescer, trabalhar, nós formar, casar, ter filhos e o mesmo se repetiria com nossos filhos!
Mais logo a vida se encarrega de te mostrar a verdadeira realidade, na medida em que vai crescendo vêm com ela às mudanças, e aos poucos você começa a perceber que nada e pra sempre e que até você mudará com o tempo é aí que você percebe que sua infância não foi tão perfeita quanto imaginou, a perfeição existia só enquanto estava vivendo ela... Porque não conhecia o caminho que iria percorrer, descobre que a infância também foi cheia de ilusões... Só demorou mais tempo pra se frustrar!
Quando criança se vive o hoje, sem se preocupa com o amanhã, mas quando cresce passa a se preocupa com o amanhã e se esquece do hoje, do agora. Faz planos que não concretizam, amizades que acreditam ser verdadeiras mais que um dia magoam, um amor pra sempre que sempre acaba, pessoas que ama e que acha que não importa o que aconteça sempre terão contato  mais um dia vão embora e nunca se torna o que era antes, você vive de expectativas, tudo não passou de planos, vivemos de ilusões, e ela que nós move, sempre fazendo planos, sonhando, sempre quebrando a cara e sempre botando a cara pra bater de novo!
Foi assim até hoje e sempre será assim, sonhando, desejando, acreditando, são essas três palavrinhas mágicas que depois de cair, se machucar, chorar, te faz levantar no outro dia e tentar de novo, nada como o gostinho da realização dos nossos sonhos impossíveis que se tornaram possíveis.
Por mais que às vezes a dor seja grande, não a como fugir eles sempre encontram um espacinho pra entrar, plantar a sementinha e dar frutos no nosso coração, talvez a vida não teria tanta graça se não tivéssemos o que almejar, as vezes dói muito e dá vontade de gritar, desistir, fugir, não liga pra mais nada, mais não há pra onde correr, uma hora ou outra temos que enfrentar as tempestades, o chão se abrindo, o mundo caindo na nossa cabeça, essa e a lei da vida!

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Sou muito radical?
Sinto muito mais  não dá pra agradar a todos!

Gossip Girls

Não importa qual seja a verdade, as pessoas vêem o que querem ver.

Dizem que, não importa qual seja a verdade, as pessoas vêem o que querem ver. Algumas pessoas podem dar um passo para trás e descobrirem que estavam olhando a mesma cena por todo o tempo. Algumas pessoas podem ver que suas mentiras quase acabaram com elas. Algumas pessoas podem ver o que estava na sua frente o tempo todo. E ainda há aquelas pessoas que correm o máximo que podem para não terem que olhar para si mesmas.

One tree hill

Confusão e medo estão ai pra te lembrar que em algum lugar há algo melhor e algo pelo qual vale a pena lutar.

É preciso prestar atenção nos momentos importantes da vida porque às vezes eles só aparecem uma vez.

Você nunca pareceu sentir minha falta e acho que por isso eu parei de sentir a sua.

Deixe- me perguntar uma coisa: O que é pior? Não conseguir tudo o que você sempre sonhou, ou conseguir, e descobrir que não é o bastante?

Glee

“E o que fazer quando seu melhor não é bom o bastante?” 

A vida é uma série de escolhas, uma combinação de momentos pequenos, que adicionados a grandes momentos, tornam você quem é.

Sonho é algo que preenche o vazio interior.Algo que, caso vire realidade, fará toda a dor ir embora.

Pretty Little Liars

Só porque alguém te machucou uma vez, não significa que tem que exclui-las totalmente de sua vida. As coisas mudam. Pessoas crescem.

Amigos podem ser duros com você, talvez esperem mais de você do que estranhos, estranhos te veem do jeito que você quer que vejam. Mas não dá pra enganar amigos, e é isso que os torna amigos.

"As pessoas adoram dizer "Você mudou", mas não se importam em saber se você teve motivos pra mudar." 

Diário de um vampiro

Se eu permitir me importar, tudo o que sentirei e dor. 

“Sempre há uma escolha. Mas sempre que você faz uma, alguém sofre.”

Quando as pessoas te perguntam se você está bem, elas não querem realmente saber a resposta. 

As lembranças machucam muito... e o pior é que eu gosto de revivê-las 

Quando você perde alguém, isso fica em você. Sempre te lembrando o quão fácil é se machucar. 

Achava que o pior sentimento do mundo era perder alguém que você ama, mas eu estava errada. O pior sentimento é quando você percebe que perdeu a si próprio.”  

“As estrelas podem cair, o céu desabar, mas nada vai apagar o que guardei dentro de mim "

Chatiassão é uma emoção especifica de quem se importa.” 

Escrevo para não Esquecer…  

Titanic

O coração de uma mulher é um oceano profundo cheio de segredos. 

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Perdemos tantas coisas em segundos da nossa vida... muitas coisas somem de nossas mãos sem nem notarmos quando ou como aconteceu!

Eu sou...

Sou tantas coisas, as vezes fico até sem saber quem sou! Resumindo... sou uma confusão de sentimentos que explode dependendo da situação... ou seja sou indefinida, um pouco de tudo!
Saudade são lembranças tristes acompanhadas do desejo de voltar a te-lás... não tenho saudades tenho boas lembranças!

terça-feira, 20 de novembro de 2012

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Eu sou arrogante , dramática, sicera, sensível, neurótica, mimada, confusa, medrosa, chata, romântica ao extremo...
Mas não esqueça da minha maior qualidade: SOU SO EU!
Transparente, sem máscaras.
Apenas eu!


terça-feira, 23 de outubro de 2012

segunda-feira, 22 de outubro de 2012


Alguns dizem que fomos feitos um para o outro...
Eu digo que somos muito diferentes e que tem tudo para dar errado...
 você diz que daríamos certo... 
Já outros preferem não dizer nada...
Mais pensando bem o nada seria a melhor resposta para nos dois!
Nada melhor que o tempo...
Para nós mostrar o quanto um dia fomos cegas!


terça-feira, 9 de outubro de 2012

Não gosto de nada incerto mais sim concreto!
Pois a incerteza traz medo
e com ele vem uma tempestade de confusão!
Já o concreto traz paz!!!


segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Caio Fernando Abreu

"E nessa de cuidar, vou cuidar de mim. De mim, do meu coração e dessa minha mania de amar demais, de querer demais, de esperar demais."

"Amor não resiste a tudo, não. Amor é jardim. Amor enche de erva daninha. Amizade também, todas as formas de amor."

"Porque a vida segue. Mas o que foi bonito fica com toda a força. Mesmo que a gente tente apagar com outras coisas bonitas ou leves, certos momentos nem o tempo apaga.
E a gente lembra. E já não dói mais. Mas dá saudade. Uma saudade que faz os olhos brilharem por alguns segundos e um sorriso escapar volta e meia, quando a cabeça insiste em trazer a tona, o que o coração vive tentando deixar pra trás." 

E entre tudo que ele poderia ser pra mim, ele escolheu ser saudade.”

Apaixone-se quando estiver pronto, não quando estiver sólitario. 

quinta-feira, 4 de outubro de 2012










Não adianta...
Pois nada será o mesmo... 
Há começar por mim!!






As vezes e difícil deixar de fazer o que queremos... o que o coração está pedindo para fazer o que é certo!


sexta-feira, 24 de agosto de 2012


De todo o coração



“Este livro contém um excelente material que poderá encorajá-lo a viver em obediência ao maior mandamento de todos, a essência da vida cristã: o amor a Deus.”

Eu escolhi esperar (Nelson Junior)



Você quer saber mais o que é esperar em Deus? Se aprofundar mais no assunto para esclarecer suas dúvidas e fortalecer suas convicções? Então, viaje nessas páginas que cairão como uma luva para você. Nosso desejo com esse livro é que você seja fortalecido no Senhor e na força do Seu poder, para seguir firme no propósito de esperar naquele que tem o melhor para você. E quando chegar a hora, você estará inteiro no relacionamento da sua vida, que é o casamento.




Clown



Dolls


Ballet



segunda-feira, 20 de agosto de 2012

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Alyson Noel

"Recuso-me a desistir sem lutar. Mesmo que esteja fadada a perder." (Para sempre)

Nicholas Sparks

"A lua está cheia, o que me fez pensar em você. Pois sei que não importa o que estou fazendo, e onde estou, esta lua será sempre do mesmo tamanho da sua do outro lado do mundo." (Querido John)

"Aprendi o suficiente para saber que ninguém pode presumir saber a vontade de Deus." (Querido John)

"A voz de Deus é geralmente nada mais que um suspiro; e você tem que estar muito atenta para ouvi-la."  (A última musica)

"É a possibilidade que me faz continuar, não a certeza, uma espécie de aposta da minha parte. E embora você possa me chamar de sonhador, de tolo ou de qualquer outra coisa, acredito que tudo é possível."

"Você é a resposta para todas as minhas orações. Você é uma canção, um sonho, um murmúrio, e não sei como consegui viver sem você durante tanto tempo." (Diário de uma paixão)

"Relembro como tudo começou, pois agora essas memórias são tudo o que me resta."(Querido John)

Segundo meu pai, quando voce esta em dificuldades, olhe para as pessoas ao redor e verá que todas estão sofrendo por algo, e para cada uma delas, a situação parece tão difícil como o que você está passando. "(Querido John)

"As vezes é preciso se afastar das pessoas que você ama, mas isso não quer dizer que você os ama menos, as vezes você os ama ainda mais" (A última música)

"São nossos atos que colocam as coisas em  movimento"(O Diário de uma paixão)

Há momentos em que desejo fazer o tempo voltar e apagar toda a tristeza, mas eu tenho a sensação que, se o fizesse, também apagaria a alegria.(Um amor para recordar)

E tudo o que eu me lembro foi que, naquele momento, quando nossos lábios se tocaram pela primeira vez, eu sabia que a lembrança duraria para sempre. (Um amor para recordar)

“Talvez Deus tenha um plano maior para mim, do que eu mesma tenho.” (Um amor para recordar)

Há momentos em que desejo fazer o tempo voltar e apagar toda a tristeza, mas tenho a sensação de que, se o fizesse, também apagaria a alegria. Assim, revivo as memórias da forma como vêm, aceitando todas elas, deixando que me guiem sempre que possível. Isso acontece com mais frequência do que as pessoas percebem.(Um amor para recordar)

A vida é um piano. Teclas brancas representam a felicidade e as pretas a angústia. Com o passar do tempo você percebe que as teclas pretas também fazem música.”  (A última música)

No fim, devemos sempre fazer aquilo que acreditamos ser certo, mesmo que seja difícil.  (A última música)




to

Fernando Pessoa

 Quem não vê bem uma palavra não pode ver bem uma alma.

“E de repente a vida te vira do avesso e você descobre que o avesso, é o seu lado certo.”

O som do coração


Doze anos atrás, em cima de um telhado iluminado pelo luar na Praça Washington, Lyla Novacek, uma jovem violinista bem criada e Louis Connelly, um carismático cantor-compositor irlandês, se uniram por acaso por estarem ao mesmo tempo escutando um músico de rua que tocava “MoonDance” e imediatamente se apaixonaram. Meio que compartilhando a linguagem musical a conexão deles era inegavelmente verdadeira… apesar de breve. Após a noite mais romântica de suas vidas, Lyla jurou encontrar Louis novamente mas, mesmo sob seus protestos, o seu pai a empurrou para que ela fosse realizar o próximo concerto dela - fazendo com que Louis assim acreditasse que ela não se importava com ele. Desestimulado, ele achou que seria impossível continuar tocando e finalmente abandou a música enquanto Lyla, com suas esperanças no seu amor perdido, foi levada a pensar meses depois que também havia perdido o bebê dela e de Louis que supostamente não teria nascido em um acidente de carro. Agora, a criança dada secretamente pelo pai de Lyla cresceu e tornou-se numa criança espirituosa e talentosa que ouve música em todo a seu redor no ritmo da vida e pode transformar o sussurro do vento do campo de trigo em uma bela sinfonia com ele próprio no comando, sendo ao mesmo tempo o compositor e maestro daquela melodia. Deixado órfão pela circunstância, ele mantém uma profunda e firme crença que seus pais estão vivos e o querem tanto quando ele os quer – se eles simplesmente pudessem achar uns aos outros. O talentoso músico mirim August deixa o orfanato para encontrar os pais, pois foi separado deles em seu nascimento.

Sempre ao seu lado

Parker Wilson (Richard Gere) é um professor universitário que, ao retornar do trabalho, encontra na estação de trem um filhote de cachorro da raça akita, conhecido por sua lealdade. Sem ter como deixá-lo na estação, Parker o leva para casa mesmo sabendo que Cate (Joan Allen), sua esposa, é contra a presença de um cachorro. Aos poucos Parker se afeiçoa ao filhote, que tem o nome Hachi escrito na coleira, em japonês. Cate cede e aceita sua permanência. Hachi cresce e passa a acompanhar Parker até a estação de trem, retornando ao local no horário em que o professor está de volta. Até que um acontecimento inesperado altera sua vida.

Uma prova de amor

Sara (Cameron Diaz) e Brian Fitzgerald (Jason Patric) são informados que Kate (Sofia Vassilieva), sua filha, tem leucemia e possui poucos anos de vida. O médico sugere aos pais que tentem um procedimento médico ortodoxo, gerando um filho de proveta que seja um doador compatível com Kate. Disposto a tudo para salvar a filha, eles aceitam a proposta. Assim nasce Anna (Abigail Breslin), que logo ao nascer doa sangue de seu cordão umbilical para a irmã. Anos depois, os médicos decidem fazer um transplante de medula de Anna para Kate. Ao atingir 11 anos, Anna precisa doar um rim para a irmã. Cansada dos procedimentos médicos aos quais é submetida, ela decide enfrentar os pais e lutar na justiça por emancipação médica, de forma a que tenha direito a decidir o que fazer com seu corpo. Para defendê-la ela contrata Campbell Alexander (Alec Baldwin), um advogado que cuidará de seus interesses.

Pequeno Milagre


Mesmo sendo o menor garoto da cidade, Simon Birch sabe que nasceu para realizar algo grande. Ele vive numa busca constante para descobrir seu destino, mas só se mete em confusões. O melhor amigo de Simon, o fiel Joe quer descobrir quem é o seu pai, um segredo que sua mãe não revela a ninguém. Os dois juntos vivem aventuras divertidas e algumas vezes tristes, e enfrentando altos e baixos, a amizade dos garotos vai se transformando numa ligação forte e eterna.

Quem quer ser um milionário?

Jamal Malik (Dev Patel) tem 18 anos, vem de uma família das favelas de Mumbai, Índia, e está prestes a experimentar um dos dias mais importantes de sua vida. Visto pela TV por toda a população, Jamal está a apenas uma pergunta de conquistar o prêmio de 20 milhões de rúpias na versão indiana do programa Who Wants To Be A Millionaire?. No entanto, no auge do programa, a polícia prende o jovem Jamal por suspeita de trapaça. A questão que paira no ar é: como um rapaz das ruas pode ter tantos conhecimentos? Desesperado para provar sua inocência, Jamal conta a história da sua vida na favela - onde ele e o irmão cresceram -, as aventuras juntos, os enfrentamentos com gangues e traficantes de drogas e até mesmo o amor por uma garota.

Amor sem fim

Jovem casal se apaixona perdidamente, mas David Axelrod (Martin Hewitt) tem 17 anos e Jade 15 (Brooke Shields), então às vezes fica difícil extravasar este amor. Assim tem relações dentro da casa dela. Quem primeiro descobre o que está acontecendo é Ann (Shirley Knight), a mãe de Jade, que aceita muito bem esta situação. Porém este romance não é aceito por Hugh (Don Murray), o pai de Jade. Um dia a situação explode e Hugh diz para Jade que ela não poderá receber o namorado. Então David, de maneira obsessiva, cria um plano para ficar nas boas graças da família dela, mas os resultados são dramáticos.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Sei que vou te amar

Thomas Mollison é um jovem de 16 anos que quer apenas ter uma vida normal. Seu irmão mais velho, Charlie, tem autismo e TDAH e o funcionamento de toda sua família gira em torno de lhe oferecer um ambiente de vida seguro. Ao se mudar para uma nova casa e uma nova escola, Thomas conhece Jackie Masters e começa a se apaixonar por ela. Quando sua mãe fica confinada à cama devido à gravidez, Thomas então deve assumir a responsabilidade de cuidar de seu irmão, o que pode custar a sua relação com Jackie, especialmente quando isso desencadeia um violento confronto na família em sua festa de aniversário, que leva o garoto a uma viagem emocional repleta de frustrações e angústias.